Facebook fecha página de oração sionista evangélica em meio a um suposto ataque cibernético anti-semita

Uma página sionista evangélica pró-Israel no Facebook para oração e adoração com cerca de 76 milhões de “curtidas” foi banida depois que afirma ter sido inundada por um ataque cibernético de mais de 2 milhões de comentários, muitos dos quais eram de natureza anti-semita. 

Mike Evans, pastor americano e fundador do Friends of Zion Heritage Center e da Equipe de Oração de Jerusalém, afirmou em uma entrevista ao The Christian Post que a página da Equipe de Oração de Jerusalém no Facebook era a maior igreja online do mundo na época em que foi fechada para baixo no mês passado. 

Ler mais

Hamas ameaça lançar foguetes se Israel impuser condições para reconstrução de Gaza

Enquanto Hamas vê exigências israelenses para reconstrução da Faixa de Gaza como “chantagem”, Tel Aviv pede à comunidade internacional que ajude a enfraquecer o movimento.

Após 11 dias de conflito, Israel e Hamas decidiram cessar-fogo, mas as problemáticas referentes ao confronto continuam a todo vapor. Segundo relata o The Times of Israel, nessa segunda-feira (24), o Hamas ameaçou lançar foguetes se Tel Aviv impor condições para ajudar na reconstrução dos locais bombardeados na Faixa de Gaza.

Ler mais

Após matar garota em SP, jovem revela à polícia plano de executar cristãos em igrejas

O jovem que matou uma gamer de 19 anos em São Paulo diz fazer parte de grupo de ‘soldados’ contra o cristianismo.

Um livro contendo planos para executar cristãos foi deixado por Guilherme Alves Costa, de 18 anos, antes de matar a facadas, na segunda-feira (22), Ingrid Oliveira Bueno da Silva, de 19 anos, em Pirituba, zona norte de São Paulo.

Ler mais

A perigosa jornada de refugiados rohingya que enfrentam o mar em busca de segurança

Grupo é minoria étnica perseguida em Mianmar e foge para países vizinhos para evitar morte e perseguição das autoridades

Acredita-se que mais de 200 refugiados rohingya morreram no mar em 2020 durante perigosas jornadas atrás de uma vida melhor.

Mais de um milhão de membros dessa etnia vivia como minoria no norte de Mianmar, país que passou a persegui-los por não reconhecê-los como cidadãos locais. Os rohingya são muçulmanos e Mianmar é um país de maioria budista.

Ler mais

China lança leis para repressão de cristãos

País, que controla religiões entre a população, vai endurecer medidas que garantem liberdade religiosa entre visitantes e moradores estrangeiros

A China abriu uma consulta popular para criar novas regras sobre o controle da liberdade religiosa de estrangeiros dentro do seu território. Com a justificativa que a medida vai evitar a presença do extremismo religioso, o apoio de atividades religiosas ilegais e até terrorismo, a China cria mecanismos para o controle e a repressão de religiões organizadas no país, numa ofensiva a liberdade de fé dos estrangeiros.

O país tem cinco religiões permitidas, o budismo chinês, taoísmo, islamismo, catolicismo e o protestantismo, que são supervisionadas por grupos oficiais, como o Movimento Patriótico das Três Autoridades Protestantes e a Associação Budista da China, que são monitorados pelo Departamento da Frente Unida de Trabalho do Partido Comunista.

Ler mais

Pastor é hostilizado por ativistas LGBT durante batismos no Canadá

Uma multidão de ativistas LGBT protestou contra a presença de um pastor em Vancouver durante batismos no Canadá.

Um pregador de rua foi hostilizado por uma multidão de ativistas LGBT enquanto fazia batismos em uma praia de Vancouver, como parte de sua turnê pelo Canadá. O caso aconteceu em 31 de agosto, mas as imagens voltaram a repercutir esta semana nas redes sociais.

O pastor David Lynn, fundador do ministério Christ’s Forgiveness, foi cercado por uma multidão furiosa que protestava por sua presença na cidade. Enquanto fazia batismos na enseada de False Creek, os ativistas gritavam e lançavam objetos contra ele, conforme mostram as imagens.

Ler mais

Palestinos anunciam renovação de laços com Israel

Grupos terroristas como Hamas e Jihad Islâmica criticaram duramente a decisão da Autoridade Palestina.

A Autoridade Palestina anunciou na terça-feira (17) que estava renovando os laços civis e de segurança com Israel, que foram rompidos há seis meses em meio aos planos de Israel de anexação unilateral da Cisjordânia, um movimento que foi suspenso.

A mudança veio dias depois que a eleição presidencial dos Estados Unidos foi vencida pelo desafiante democrata Joe Biden, que Ramallah prevê que se mostrará mais empático com sua causa do que o presidente Donald Trump. O PA rompeu todos os negócios com a administração Trump há três anos.

Ler mais

Terroristas usam campo de futebol para decapitar mais de 50 pessoas em Moçambique

Militantes vinculados ao Estado Islâmico transformaram um campo de futebol em um “campo de execução”, onde degolaram e mutilaram as vítimas.

Mais de 50 pessoas foram decapitadas por militantes islâmicos em Cabo Delgado, no norte de Moçambique. Os terroristas transformaram o campo de futebol de um vilarejo em um “campo de execução”, onde degolaram as vítimas, segundo relatórios.

Este não foi o único local de massacre — várias pessoas também foram decapitadas em outra aldeia, informou a mídia estatal moçambicana.

Ler mais