Facebook fecha página de oração sionista evangélica em meio a um suposto ataque cibernético anti-semita

Uma página sionista evangélica pró-Israel no Facebook para oração e adoração com cerca de 76 milhões de “curtidas” foi banida depois que afirma ter sido inundada por um ataque cibernético de mais de 2 milhões de comentários, muitos dos quais eram de natureza anti-semita. 

Mike Evans, pastor americano e fundador do Friends of Zion Heritage Center e da Equipe de Oração de Jerusalém, afirmou em uma entrevista ao The Christian Post que a página da Equipe de Oração de Jerusalém no Facebook era a maior igreja online do mundo na época em que foi fechada para baixo no mês passado. 

Ler mais

Brasil evita se opor a Israel na ONU e não apoia investigação sobre ataques a Gaza

O Conselho de Direitos Humanos da ONU iniciou uma investigação contra Israel por supostos crimes em Gaza; Brasil não apoiou a medida.

O Conselho de Direitos Humanos da ONU concordou na quinta-feira (27) em iniciar uma investigação internacional contra Israel por supostos crimes cometidos durante os 11 dias de conflito com o grupo terrorista Hamas.

Ler mais

Cristãos e muçulmanos selam acordo para liberdade religiosa, no Sudão

Em um momento histórico, líderes religiosos muçulmanos e cristãos concordaram em unir forças e promover a liberdade religiosa no Sudão.

O portal americano de notícias Voice Of America (VOA, da sigla em inglês) relata que, ao final da conferência realizada no começo do mês de novembro, os líderes religiosos assinaram uma declaração para promover a paz e a liberdade de culto entre todas as comunidades sudanesas e incentivar o diálogo comunitário entre pessoas de diferentes crenças.

O arcebispo de Cartum, capital do país, Michael Didi, disse que a declaração ajudará a criar espaço para mais liberdade religiosa no Sudão, à medida que o país vive uma nova era, após a revolução que levou os líderes militares a remover Omar al-Bashir do poder.

Ler mais