Bahia tem restrição total de atividades não essenciais a partir de sexta-feira

Bahia tem restrição total de atividades não essenciais a partir de sexta-feira Bahia G1 from Joia do Cristão on Vimeo.

Medida valerá de forma geral para a população das 20h de sexta-feira (26) até as 5h de segunda (1º), mas começa algumas horas mais cedo para determinados setores. Transporte público vai funcionar normalmente e venda de bebida alcoólica, inclusive em supermercados, fica proibida durante o período.

A Bahia terá restrição das atividades não essenciais a partir desta sexta-feira (26) até as 5h de segunda-feira (1º), numa tentativa de conter o avanço da Covid-19. A medida foi divulgada nesta quinta (25) pelo governador do estado, Rui Costa, e pelo prefeito de Salvador, Bruno Reis.

Apesar de começar oficialmente às 20h, as restrições se iniciam algumas horas mais cedo para determinados setores (veja detalhes mais abaixo).

Fechamento de comércio será escalonado para restrição de atividades não essenciais na BA; confira
Bares e restaurantes não terão funcionamento liberado em nenhum horário a partir do período de restrição, e a venda de bebidas alcoólicas está proibida durante esse período, mesmo em supermercados. Shoppings ficarão fechados nos finais de semana. Medida encerra às 5h de segunda (1º).

O fechamento do comércio para o início da restrição total das atividades não essenciais a partir das 20h de sexta-feira (26) será escalonado na Bahia. A medida foi divulgada nesta quinta (25) pelo governador Rui Costa e pelo prefeito Bruno Reis.

Os bares terão que fechar às 18h de sexta-feira e só devem reabrir na segunda (1º), caso a prorrogação das atividades não sejam suspensas novamente. A venda de bebidas alcoólicas está proibida durante esse período, mesmo em supermercados. Veja escalonamento.

  • Lojas e comércio de rua: fecharão das 17h de sexta-feira (26) às 5h de segunda-feira (1º);
  • Bares, restaurantes, pizzarias, lojas de conveniência e similares: fecharão das 18h de sexta-feira (26) às 5h de segunda-feira (1º);
  • Shoppings e centros comerciais: fecharão das 20h de sexta-feira (26) às 5h de segunda-feira (1º);

Apesar disso, o delivery de alimentos está permitido até a meia noite de sexta-feira, e é preciso que as empresas forneçam transporte próprio para esses trabalhadores.

O transporte público vai poder funcionar normalmente. O governador não deu detalhes sobre o transporte intermunicipal. Atividades físicas coletivas também foram suspensas neste período e atividades individuais, como corridas e caminhadas, podem ser feitas.

De acordo com o governador, bares e restaurantes não terão funcionamento presencial em nenhum horário a partir do início do período de restrição, e a venda de bebidas alcoólicas está proibida durante esse período, inclusive em supermercados. Os shoppings também ficarão fechados no final de semana.

O anúncio das restrições segue na esteira do que vem ocorrendo em outras cidade do país, como São Paulo e Araraquara.

Na capital paulista, o governo do estado determinou restrição de circulação das 23h às 5h em todo o estado. A regra entra em vigor a partir desta sexta-feira (26) e vale até 14 de março.

  • Secretário de Saúde de Salvador faz alerta: ‘UPAs estão em pré-colapso’
  • PELO BRASIL: ‘Estamos entrando em colapso’, diz secretário de Saúde de SC

Em Araraquara, no interior paulista, medidas de restrição estão em vigor desde domingo (21) – e valem até as 23h59 de terça-feira (23). Na cidade, assim como nas vizinhas Américo Brasiliense e Santa Lúcia, está proibida a circulação de carros e pessoas. Bancos, supermercados e postos de combustíveis também permanecem fechados no período.

Joia do Cristão Com Informações do G1 Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *