Facebook censura ministério cristão por promover ‘terapia de conversão’

O Facebook está começando a censurar um ministério cristão por supostamente promover “terapia de conversão”, removendo postagens de homens e mulheres que já foram identificados como LGBT e agora seguem Jesus.

Anne Paulk, presidente da Restored Hope Network (Rede Esperança Restaurada, em tradução livre), nos EUA, explicou como, a pedido do aparente grupo de controle da mídia liberal Media Matters, o gigante da mídia social está retirando os posts de sua conferência mais recente, dizendo que viola “os padrões da comunidade.”

“Acho irônico que o Facebook esteja chamando o discurso que diz que as necessidades relacionais têm respostas relacionais de ‘discurso de ódio’, quando a American Family Association (Associação da Família Americana, em tradução livre) literalmente tinha ameaças de morte contra eles no Facebook, eles o denunciaram e o Facebook considerou que não era discurso de ódio. E, no entanto, a pessoa foi presa por violar os padrões.

Ler mais