Quando Deus parece estar calado…

Todo cristão que caminha com o Senhor há algum tempo já passou por algo assim: você ora, pede, busca, mas parece que Deus está calado, está distante, não te responde, você não sente mais a presença dele… A princípio você ignora, depois se preocupa e, pouco a pouco, começa a lidar com dúvidas e pode chegar a uma verdadeira crise de fé! Nestas últimas semanas tenho conversado com vários cristãos que têm enfrentado momentos assim, talvez aguçados pelas condições impostas pela pandemia… O que fazer quando você encara esse silêncio de Deus? Como continuar sua caminhada de fé? Como cultivar a presença de Cristo em seu coração?

Um dos textos que melhor descrevem essa situação é o salmo 13. Nele Davi lança seu lamento “até quando?”. Não se sabe ao certo o momento em que Davi escreveu esse salmo, mas certamente foi um momento em que Deus pareceu ter se calado ou até se esquecido dele. Seu coração está perturbado e suas emoções parecem arrastá-lo ao desespero da morte: “Ilumina os meus olhos, ou do contrário dormirei o sono da morte…” (verso 3).

Ler mais

O que é a verdade?

Vivemos num momento em que a verdade não é confiável. Não são somente tempos de verdade fluída, mas também da pós-verdade. Governantes decidem que a melhor postura é esconder a verdade, outros distorcem ela e apresentam a versão que mais lhes agrada. O Ministério da Saúde reduz a transparência dos dados que apresenta em defesa da verdade. Órgãos da imprensa revisam relatos passados e escolhem quais fatos incluir e quais deixar de lado. Mas uma versão da verdade ainda é verdade? Temos visto a verdade domesticada aos interesses mais variados; verdade abusada, torturada, enganada, hostilizada e revista. Para o mundo em geral, a verdade hoje é apenas um ideal, uma ilusão, uma fantasia.

No entanto, essa postura quanto à verdade não é apenas atual. Eu creio que ela é uma condição da humanidade sem Deus. No evangelho de João, capítulo 18, versos 37 e 38, lemos:

Ler mais