Aplicativos do TSE permitem acompanhar os resultados das Eleições 2020

Apps Resultados e Boletim na Mão conferem ainda mais transparência ao processo eleitoral, fornecendo dados de forma simples para acesso por qualquer cidadão

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibiliza dois aplicativos que conferem ainda mais transparência ao processo eleitoral. Por meio do app Resultados, qualquer pessoa pode acompanhar e obter os resultados das eleições em sua cidade a partir dos votos já apurados. Já o Boletim na Mão disponibiliza ao cidadão uma cópia digital dos resultados das seções eleitorais, possibilitando que o eleitor atue como um fiscal das ações durante o pleito.

Ler mais

Eleição tem recorde de mulheres candidatas e, pela 1ª vez, mais negros que brancos

Até o final da manhã deste domingo, TSE totalizava 523 mil pedidos de registro, 45 mil a mais do que 2016

Os 523 mil pedidos de registro de candidatura computados até o momento para as eleições municipais de novembro já representam um recorde no número total de candidatos, de postulantes do sexo feminino e, pela primeira vez na história, uma maioria autodeclarada negra (preta ou parda) em relação aos que se identificam como brancos.

O crescimentos de negros e mulheres na disputa às prefeituras e Câmaras Municipais tem como pano de fundo o estabelecimento das cotas de gênero a partir dos anos 90 e as mais recentes cotas de distribuição da verba de campanha e da propaganda eleitoral, decisões essas tomadas pelos tribunais superiores em 2018, no caso das mulheres, e em 2020, no caso dos negros.

Ler mais

Bolsonaro é um dos grandes algozes do Estado laico, diz pesquisadora

Direitos Humanos, Justiça e Educação. Esses três ministérios são ocupados por pastores na gestão de Jair Bolsonaro (sem partido). O presidente, que se elegeu com o slogan “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos”, tem respeitado o Estado Laico? A atuação de seus ministros e de parte de sua base aliada tem se baseado no interesse público? Há, no mundo, alguma democracia considerada sólida com tantos cargos ocupados por líderes de atuação notadamente religiosa?

Para Amanda Mendonça, doutora em Ciência Política e coordenadora do Observatório da Laicidade na Educação (OLE) da Universidade Federal Fluminense, o Brasil se afasta de exemplos democráticos durante a gestão Bolsonaro.

Ler mais