A perigosa jornada de refugiados rohingya que enfrentam o mar em busca de segurança

Grupo é minoria étnica perseguida em Mianmar e foge para países vizinhos para evitar morte e perseguição das autoridades

Acredita-se que mais de 200 refugiados rohingya morreram no mar em 2020 durante perigosas jornadas atrás de uma vida melhor.

Mais de um milhão de membros dessa etnia vivia como minoria no norte de Mianmar, país que passou a persegui-los por não reconhecê-los como cidadãos locais. Os rohingya são muçulmanos e Mianmar é um país de maioria budista.

Ler mais