No ‘aniversário da pandemia’, Bolsonaro critica lockdowns

Durante evento no Ceará, presidente ataca prefeitos e governadores que adotam medidas para controlar covid-19

o dia em que o Brasil completa um ano do registro do primeiro caso de contaminação pela covid-19, o presidente Jair Bolsonaro disparou, mais uma vez, contra as medidas sanitárias de distanciamento social parcial e completa (lockdowns) promovidas por prefeitos e governadores para conter a disseminação do novo coronavírus.

Ler mais

Prefeitos assumem com desafio de medidas urgentes de combate à pandemia e necessidade de reverter situação fiscal

Os prefeitos eleitos assumem o cargo com um desafio mais urgente: o enfrentamento da pandemia de coronavírus em todo o Brasil com o aumento acelerado de número de casos.

Há o reconhecimento entre os próprios prefeitos de que há legitimidade para tomar medidas mais duras nesse momento, já que foram eleitos com esse discurso de responsabilidade diante da pandemia.

Ler mais

Ensino a distância: como proteger alunos de ataques virtuais?

Apesar de grande parte das crianças e dos jovens terem contato com a tecnologia desde cedo, muitos pais e professores não estavam preparados para a transferência da rotina escolar dos filhos para dentro de casa.

O ensino a distância, adotado por instituições durante a pandemia, exigiu a adaptação de diversos atores dessa nova realidade estudantil, incluindo o ambiente de estudo. Nesse sentido, uma característica que passou despercebida por diversas pessoas é fundamental no cuidado com os alunos: a segurança digital.

Ler mais

Adiamento dos Jogos Olímpicos tem custo adicional de R$ 13,2 bilhões

Comitê Organizador explicou que gastos foram gerados pelo adiamento do evento e no investimento para garantir medidas de saúde exigidas

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, adiados para 2021 por causa da pandemia do novo coronavírus, custarão pelo menos mais US$ 2,4 bilhões (R$ 13,2 bilhões na cotação atual). Esse é o valor divulgado nesta sexta-feira pelo Comitê Organizador Local (COL), que se reuniu com autoridades do governo do Japão e da região metropolitana de Tóquio.

Ler mais

Impactos sociais da pandemia serão ainda mais graves em 2021, prevê ONU

Os reflexos já sentidos pela população em relação a pandemia da Covid-19 neste ano podem se agravar em 2021, prevê a ONU. Segundo a Comissão Econômica das Nações Unidas para a América Latina e Caribe, a previsão é de 231 milhões dos 656 milhões de habitantes da região estarão em situação de pobreza no início de 2021. Esse será o pior patamar desde 2005.

Ler mais

Volta às aulas no País e acesso à internet não são temas do MEC, diz ministro

Milton Ribeiro reconhece que a desigualdade se acentua, mas ressalta que escola é de responsabilidade de Estados e municípios

BRASÍLIA – O ministro da Educação, Milton Ribeiro, reconhece que a pandemia do novo coronavírus acentuou a desigualdade educacional no País, mas disse que este “não é um problema do MEC, mas um problema do Brasil.” Em entrevista ao Estadão, afirmou que não é ele quem precisa resolver a falta de acesso à internet de alunos que não conseguem acompanhar aulas online e se exime da responsabilidade sobre a reabertura de escolas. O papel da pasta será repassar recursos e divulgar um protocolo de segurança.

Ler mais

Os ricos investem em bunkers para escapar do ‘fim do mundo’

A intenção dos bilionários é pagar por proteção contra ataques de armas nucleares e vírus assassinos

Mais de 800 000 vidas perdidas, trilhões de dólares em prejuízos financeiros e previsões catastróficas sobre a fome no planeta. A pandemia do novo coronavírus transformou o mundo e reacendeu o debate, especialmente entre aqueles de personalidade mais sensível, sobre os riscos do apocalipse. Ainda que o fim dos tempos soe como um devaneio ficcional, há quem prefira se precaver — desde que, obviamente, tenha disponibilidade financeira para isso. A Covid-19 fez crescer uma tendência inusitada: a procura por bunkers, estruturas subterrâneas para se proteger de ataques, seja de armas nucleares, seja de vírus assassinos. Entre os principais entusiastas do survivalismo, como é chamado o movimento de pessoas atentas a toda e qualquer eventual emergência, destacam-se estrelas de Hollywood, investidores de Wall Street, empresários do Vale do Silício e poderosos em geral. Por questões de segurança, eles não confirmam a posse dos abrigos, mas o mercado garante que personalidades como Bill Gates, Mark Zuckerberg, Kim Kardashian, Shaquille O’Neal, Tom Cruise e Donald Trump estejam entre os donos de bunkers. O sul-africano Elon Musk, CEO da Tesla e do SpaceX, vai além: não só possui abrigos terrestres como lidera um ambicioso projeto para refugiar parte da humanidade em Marte nas próximas décadas.

Ler mais

Congresso derruba veto de Bolsonaro ao uso de máscaras em templos religiosos

O Congresso Nacional derrubou nesta quarta-feira (19) o veto presidencial ao uso obrigatório de máscaras, em razão da pandemia de Covid-19, em templos religiosos.

Além dos templos, o veto do presidente Bolsonaro, que foi derrubado, incluía indústrias, lojas, escolas, outros locais fechados, e também, as multas ‒ e os agravantes na reincidência ‒ em caso de descumprimento.

O uso obrigatório de máscaras consta de proposta (PL 1562/20) do deputado Pedro Lucas Fernandes (PTB-MA) transformada na Lei 14.019/20, que trata dessa exigência em todo o território nacional, já que entes federativos regulamentam isso localmente.

Ler mais