Presidente da França diz que “Islã é uma religião em crise”

O presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou nesta sexta-feira (02/10) um plano para defender o que chamou de valores seculares de seu país e coibir o islamismo radical. Ele ainda afirmou que o Islã é uma religião atualmente em crise.

Durante o anúncio, Macron prometeu defender o país do que classificou de “separatismo islamista” que, segundo ele, ameaça tomar o controle de algumas comunidades islâmicas. “Há uma crise do Islã em toda parte, que está sendo corrompida pelo radicalismo”, disse. Ele, porém, admitiu que o país é responsável pela forma como a prática da religião se desenvolveu nos últimos anos.

O presidente francês disse ainda que seu governo apresentará em dezembro um projeto de lei para reforçar uma legislação de 1905 que estabelece oficialmente a separação entre a Igreja e o Estado. A França segue uma filosofia rígida de secularismo chamada de laïcité, que separa a religião da vida pública.

Ler mais

Pensou que o capitalismo não poderia piorar? Conheça os ‘consultores espirituais’ do local de trabalho Jessa Crispin

Os empregadores descobriram como explorar a crise de significado da sociedade – transformando os locais de trabalho em locais de devoção religiosa semelhante a um culto

Você se sente perdido? Como se sua vida tivesse sido esvaziada de significado ou propósito? Durante seu dia de trabalho, você vagueia de tarefa em tarefa atordoado, apenas esperando para ser libertado desta dolorosa monotonia?

Sim, bem, adivinhe, sua chefe percebeu e agora ela contratou um consultor espiritual. Firmas como a Ritualist e a Ritual Design Lab – também há uma seleção robusta de consultores freelance disponíveis, de acordo com o rápido e desmoralizante Google que acabei de fazer – ajudam as corporações a imbuir o espaço do escritório com o que o New York Times chama de “um pouco do significado que [ pessoas] costumavam derivar de igrejas, templos, mesquitas e semelhantes ”.

Ler mais