Fim de abono salarial é novo impasse para o Renda Brasil

Bolsonaro resiste à proposta de Guedes para acabar com benefício e direcionar os R$ 18,3 bilhões do seu custo para o programa que substituirá o Bolsa Família

BRASÍLIA – As discussões para a criação do Renda Brasil chegaram a um novo impasse ontem depois de o presidente Jair Bolsonaro sinalizar ao ministro da Economia, Paulo Guedes, não estar disposto a acabar com o abono salarial.

O benefício pago a trabalhadores que recebem até dois salários mínimos é a principal fonte de financiamento proposta pela equipe econômica para o novo programa social, que irá substituir o Bolsa Família.

Ler mais