Silas Malafaia terá que indenizar Freixo por ofensas durante campanha

O pastor Silas Malafaia em templo da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, na Penha, zona norte do Rio

O pastor Silas Malafaia, líder da ADVEC (Assembleia de Deus Vitória em Cristo), foi condenado pela Justiça do Rio de Janeiro a indenizar em R$ 15 mil o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) por ofensas feitas em vídeos publicados durante a campanha eleitoral de 2016 Na ocasião, Freixo disputou a prefeitura do Rio e acabou derrotado no segundo turno por Marcelo Crivella (Republicanos), candidato apoiado por Malafaia na ocasião. Em vídeos publicados no YouTube, o pastor —um dos mais próximos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro— afirmou que Freixo “é a favor de cartilhas eróticas nas escolas”, e alegou que caso ele fosse eleito crianças de seis anos aprenderiam sexualidade na escola, afirma o juiz Rossidelio Lopes da Fonte, titular da 36ª Vara Cível do Rio e responsável pela decisão. A sentença foi proferida em 17 de julho, mas só agora se tornou pública. Ainda há possibilidade de recurso.

Com Informações:Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *