Tal pais, tal filhos: a importância da educação familiar

É no ambiente escolar que ocorre a continuidade dos princípios familiares. É o espaço onde a criança tem o primeiro contato para compreender a sociedade e assim adquirir seus valores e ideais. Durante esse processo de desenvolvimento, é fundamental ainda mais a participação dos pais, em conjunto com a escola, para propiciar aos filhos maior segurança para enfrentar os imprevistos da vida social.

tal-pais-tal-filhos-importancia-da-educacao-familiar

Os filhos veem os pais como modelo e tendem a imitar seus comportamentos. Muitas atitudes que eles têm fora de casa – sejam as consideradas positivas ou negativas – são reflexos da educação passada pelos pais dentro de casa. Na escola, de acordo com Marcos Meier (professor, psicólogo, mestre em Educação e escritor), é perceptível que os melhores alunos são aqueles acompanhados pelos pais.

Eles fazem lição de casa, estudam, sabem respeitar o professor e os colegas. Estão no caminho certo. (Marcos Meier)

Para isso, estabelecer limites e algumas regras no ambiente familiar são importantes para que os filhos adquiram maturidade emocional e sucesso tanto fora da escola, quanto na vida profissional e pessoal.

A maturidade se desenvolve com dois aspectos fundamentais: a satisfação do prazer, ou seja, não dar à criança tudo o que ela quer, quando quer ou do jeito que deseja; e a resistência à frustração, colocando limites e ensinando os filhos a ouvir ‘nãos”, explica o professor.

Uma das maiores dificuldades enfrentadas pelos pais é desenvolver nos filhos o hábito de estudar em casa. De acordo com Meier, diariamente é preciso fixar o conhecimento aprendido em sala de aula. Deve virar rotina. “Se a criança disser: ‘hoje não tem lição’, basta dizer, ‘que pena, mas mesmo assim vamos ler ou estudar a matéria já dada pelos professores’. Uma vez instalado o hábito, não há mais desconfortos para fazer o filho estudar ou fazer lição, pois ele já aprendeu que não tem negociação, tem que estudar e pronto.”

Meier ainda alerta sobre a importância em equilibrar o afeto com a autoridade na educação dos filhos. “Se a forma de educar não tiver afeto ou não tiver os ‘nãos’ (o exercício da autoridade), ou faltar os dois, as crianças irão sofrer muito. Pais que tem intimidade com seus filhos e sabem colocar limites, são os melhores pais do mundo.”

Assista aos vídeos:

Os erros mais comuns na educação dos filhos:

Como estimular seus filhos a serem bons alunos e terem sucesso nos estudos

Ajude seu filho a ir bem na escola

Pais que educam seus filhos em conjunto com a instituição de ensino, estão cientes do que acontecem no ambiente escolar, reconhecem o cotidiano, identificam problemas e estimulam ainda mais o desenvolvimento. Um problema muito sério e que ganhou destaque nos últimos anos, por exemplo, é o bullying. Observar se criança está com sinais é fundamental para tomar as devidas providências juntamente com a coordenação pedagógica da escola. Para saber mais, leia nossa matéria exclusiva: CLIQUE AQUI para ler a matéria Bullying na escola: Bullying na escola: 10 sinais que podem indicar se uma criança é uma vítima.

Por:erasto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *