Confira como está sendo a reabertura de igrejas em todo o Brasil

Cerca de quatro meses após os governos estaduais adotarem as medidas de isolamento social para tentar conter o avanço do número de casos e mortes por Covid-19, planos de flexibilização e retomada das atividades econômicas e sociais têm sido colocadas em prática. Isso inclui a reabertura gradual de locais que geram certa aglomeração, como centros comerciais e também templos religiosos.

Segundo um acompanhamento quinzenal feito pela Agência Brasil, o cumprimento dos planos de todos os estados têm levado em consideração questões como o número de infectados, de óbitos, de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis e de respiradores. Além disso, a maioria dos estados também classificou as atividades de acordo com a importância econômica e o risco de disseminação do vírus que apresentam.

Ler mais

Avião com 190 pessoas a bordo se parte em dois em aeroporto na Índia

Aeronave da Air India Express saiu da pista ao pousar no aeroporto de Calicute

Um avião da Air India Express com 190 passageiros a bordo saiu da pista e se partiu em dois ao aterrissar na cidade de Calicute, no estado de Kerala, na Índia.

O voo partiu de Dubai.

“Há vários feridos”, disse um porta-voz da companhia aérea.

Segundo informações da mídia local, o voo fazia parte de uma missão de repatriação de indianos presos fora do país por conta da pandemia do novo coronavírus.

Ler mais

Posição do Governo do Brasil Pode aumentar perdas econômicas,diz especialista

Um relatório divulgado nesta segunda-feira (8) pelo Banco Mundial aponta que a economia brasileira deverá sofrer uma queda de 8% neste ano, com uma recuperação de 2,2% em 2021.

O recuo estimado do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil é maior do que o esperado para o bloco América Latina e Caribe, que teria queda de 7,2% em 2020. Em 2021, o Brasil também perde em relação aos países do continente. A estimativa do banco é de que a economia na América Latina e Caribe cresça em média 2,8%.

Se confirmada, a queda de 8% será a pior da história do Brasil.  A série das contas nacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) começa em 1900, com a primeira variação registrada no ano seguinte. As piores retrações registradas até hoje ocorreram em 1990 (4,35%) e em 1981 (4,25%).

Ler mais