Palestinos anunciam renovação de laços com Israel

Grupos terroristas como Hamas e Jihad Islâmica criticaram duramente a decisão da Autoridade Palestina.

A Autoridade Palestina anunciou na terça-feira (17) que estava renovando os laços civis e de segurança com Israel, que foram rompidos há seis meses em meio aos planos de Israel de anexação unilateral da Cisjordânia, um movimento que foi suspenso.

A mudança veio dias depois que a eleição presidencial dos Estados Unidos foi vencida pelo desafiante democrata Joe Biden, que Ramallah prevê que se mostrará mais empático com sua causa do que o presidente Donald Trump. O PA rompeu todos os negócios com a administração Trump há três anos.

Ler mais

Israel admite negociar acordo histórico com a Arábia Saudita

Possibilidade de entendimento com sauditas, que já não são os maiores produtores de petróleo, aumentou após acordo de Israel com Emirados

O acordo entre Israel e Emirados Árabes está prestes a abrir um caminho de conciliação histórica de Israel com países árabes do Oriente Médio. As chances de formalização das relações entre Israel e Arábia Saudita, algo que era impensável desde o surgimento de Israel, em 1948, agora são reais e o cenário caminha para um entendimento, segundo a própria diplomacia israelense.

“O interesse de Israel é alcançar a paz e boas relações de vizinhança com todos os seus vizinhos no Oriente Médio. O ritmo de cada país é diferente, mas a direção que estamos tomando é clara. O processo de paz começou em 1977 com o Egito, depois em 1994 com a Jordânia e agora com os Emirados Árabes Unidos. Esperamos que mais países se juntem a este processo”, afirmou ao R7 a embaixada de Israel no Brasil, representando o Ministério das Relações Exteriores israelense, ao ser questionada especificamente sobre a paz com a Arábia Saudita.

Ler mais

Teólogo vê significado profético do acordo de paz entre Israel e os Emirados Árabes

Para o teólogo norte-americano Joel Rosenberg, autor de livros sobre profecias bíblicas, o acordo de paz entre Israel e Emirados Árabes Unidos, que tem sido considerado histórico, pode ter implicações proféticas. O acordo foi comemorado pelo primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

“A paz é uma coisa boa e a paz une os moderados, duas das economias mais avançadas do mundo – Israel e os Emirados Árabes Unidos – e duas das mais moderadas”, disse ele à Fox News.

Joel Rosenberg chamou a atenção para o fato de que aqueles que historicamente se posicionam contra a existência do Estado de Israel foram os que se manifestaram contra o acordo, gerando um clima de animosidade no Oriente Médio.

Ler mais

Missão humanitária brasileira com Temer chega ao Líbano

Os dois aviões com ajuda humanitária do Brasil pousaram em Beirute, capital do Líbano, nesta quinta-feira (13). A missão brasileira é chefiada pelo ex-presidente Michel Temer (MDB).

Investigado na Lava Jato, Temer foi convidado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para chefiar a missão e precisou da autorização da Justiça para embarcar. Filho de libaneses, o ex-presidente lidera a missão que também conta com outros 12 integrantes. Fazem parte da comitiva representantes do Ministério das Relações Exteriores do Brasil e do Exército Brasileiro, dois senadores, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) Paulo Skaf, entre outros.

Ler mais