Cientista chinesa diz que coronavírus foi intencionalmente liberado de laboratório

A Dra. Li-Meng Yan também alegou que a comunidade científica internacional não quer que a verdade sobre a Covid-19 chegue ao conhecimento da população mundial.

Uma cientista chinesa que está atualmente morando nos Estados Unidos disse que o coronavírus foi criado em um laboratório e que o governo comunista da China liberou “intencionalmente” o vírus, que ela chamou de “Frankenstein”, justamente para “causar tal dano” em todos os países do mundo.

A Dra. Li-Meng Yan também alegou em sua entrevista bombástica com o apresentador Tucker Carlson, da Fox News que a comunidade científica internacional está ciente de que o vírus SARS-CoV-2 foi feito pelo homem, mas não quer que isso chegue ao conhecimento da população mundial.

Ler mais

Brasil entra em acordo com OMS que deve garantir vacina a 20% da população.

O governo brasileiro confirmou à OMS (Organização Mundial da Saúde) que participará da aliança mundial de vacinas contra a covid-19. Mas irá manter flexibilidade para ajustar seu engajamento com os acordos bilaterais que já fechou com multinacionais do setor farmacêutico.

Brasília se compromete a fazer parte do consórcio internacional da agência, solicitando produtos para imunizar 20% da população do país, mais de 40 milhões de pessoas. A OMS havia permitido que governos solicitassem doses para cobrir até 50% de sua população.

Ler mais

OMS mostra cautela após Rússia anunciar 1ª vacina contra covid-19

Porta-voz lembra que imunizante russo deve seguir os procedimentos de pré-qualificação e revisão estabelecidos pela agência como todos os demais

A OMS (Organização Mundial da Saúde) recebeu com cautela a notícia de que a Rússia registrou nesta terça-feira (11) a primeira vacina do mundo contra a covid-19, lembrando que ela, como as demais, deve seguir os procedimentos de pré-qualificação e revisão estabelecidos pela agência.

“Acelerar o progresso não deve significar comprometer a segurança”, disse o porta-voz da OMS, Tarik Jasarevic, em entrevista coletiva, acrescentando que a organização está em contato com as autoridades russas e de outros países para analisar o progresso das diferentes pesquisas de vacinas.

Ler mais

OMS: governo no Brasil não pode deixar povo com “mãos atadas nas costas”

A proliferação do coronavírus no Brasil não cai, a cloroquina não funciona e a doença continua ativamente se espalhando pelo país. O alerta foi emitido pela OMS, no momento em que o Brasil supera a marca de 100 mil mortos. A agência também deixa claro que o governo brasileiro terá de continuar a dar apoio financeiro à sociedade.

recado foi uma resposta direta ao comportamento do presidente Jair Bolsonaro que, nos últimos dias, voltou a fazer uma campanha em prol da hidroxicloroquina, questionou o distanciamento social e criticou vacinas que possam vir da China. Além disso, ele deixou claro que o governo não teria como manter a ajuda financeira à sociedade.

Ler mais