Ministério Público investiga Edir Macedo por declaração sobre coronavírus

O Ministério Púbico Federal de São Paulo (MPF-SP) abriu uma investigação contra o bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, pela suspeita de infração de medida sanitária preventiva.

No dia 15 de março, Macedo divulgou um vídeo nas redes sociais em que afirmava que o novo coronavírus era “inofensivo”.

Segundo reportagem da revista Veja, o MPF pediu a quebra de sigilo do perfil do bispo no Facebook e do seu canal no Youtube para verificar as circunstâncias em que as declarações foram feitas. O material foi deletado pouco depois de ser veiculado devido à repercussão.

Ler mais