Japão teve mais mortes por suicídio em um mês do que Covid-19 em um ano

Os suicídios aumentaram para 2.153 só em outubro, segundo a Agência Nacional de Polícia do Japão. Até agora, mais de 17 mil pessoas tiraram suas próprias vidas este ano.

Enquanto o Japão se prepara para uma terceira onda de casos da Covid-19, a crise de saúde mental tornou-se um desafio ainda maior. De acordo com estatísticas do governo, mais pessoas morreram de suicídio em um mês do que de coronavírus em todo o ano até agora.

Segundo a Agência Nacional de Polícia do Japão, o número de suicídios subiu para 2.153 em outubro. O índice passou o número total de óbitos por Covid-19 no Japão, que era de 2.087 na sexta-feira (27), de acordo com o Ministério da Saúde.

Ler mais

Os ricos investem em bunkers para escapar do ‘fim do mundo’

A intenção dos bilionários é pagar por proteção contra ataques de armas nucleares e vírus assassinos

Mais de 800 000 vidas perdidas, trilhões de dólares em prejuízos financeiros e previsões catastróficas sobre a fome no planeta. A pandemia do novo coronavírus transformou o mundo e reacendeu o debate, especialmente entre aqueles de personalidade mais sensível, sobre os riscos do apocalipse. Ainda que o fim dos tempos soe como um devaneio ficcional, há quem prefira se precaver — desde que, obviamente, tenha disponibilidade financeira para isso. A Covid-19 fez crescer uma tendência inusitada: a procura por bunkers, estruturas subterrâneas para se proteger de ataques, seja de armas nucleares, seja de vírus assassinos. Entre os principais entusiastas do survivalismo, como é chamado o movimento de pessoas atentas a toda e qualquer eventual emergência, destacam-se estrelas de Hollywood, investidores de Wall Street, empresários do Vale do Silício e poderosos em geral. Por questões de segurança, eles não confirmam a posse dos abrigos, mas o mercado garante que personalidades como Bill Gates, Mark Zuckerberg, Kim Kardashian, Shaquille O’Neal, Tom Cruise e Donald Trump estejam entre os donos de bunkers. O sul-africano Elon Musk, CEO da Tesla e do SpaceX, vai além: não só possui abrigos terrestres como lidera um ambicioso projeto para refugiar parte da humanidade em Marte nas próximas décadas.

Ler mais

Brasil tem 1.261 mortes por coronavírus em 24 horas, revela consórcio de veículos de imprensa; são 41.058 no total

Brasil tem mais de 41 mil mortes por coronavírus, mostra consórcio de veículos

O Brasil teve 1.261 novas mortes registradas em razão do novo coronavírus nas últimas 24 horas, aponta levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde. Com isso, são 41.058 óbitos pela Covid-19 no país até esta quinta-feira (11). Veja os dados, consolidados às 20h:

  • 41.058 mortes ; eram 39.797 até as 20h de quarta-feira (10), uma diferença de 1.261 óbitos
  • 805.649 casos confirmados; eram 775.184 até a noite de quarta

Os dados foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal.

O objetivo é que os brasileiros possam saber como está a evolução e o total de óbitos provocados pela Covid-19, além dos números consolidados de casos testados e com resultado positivo para o novo coronavírus.

Ler mais