Começamos com os lockdowns. E estamos indo para “O Grande Reset” (atualizado)

A “elite” de Davos já fala abertamente na criação de uma poderosa e centralizada tecnocracia global

O artigo abaixo foi originalmente publicado no dia 5 de agosto. De lá para cá, as coisas ficaram ainda mais explícitas. 

Além de toda a movimentação rumo a uma centralização total das políticas monetárias e ao fim da privacidade financeira, ressurgiu um pavoroso vídeo feito pelo Fórum Econômico Mundial no qual a elite global explicitamente aponta 8 diretrizes a serem alcançadas até 2030.

O item número 1 já diz tudo: “Você não será proprietário de nada, e será feliz”.

Já o item número 4 diz: “Você comerá menos carne — Carne será um luxo ocasional, e não um item corriqueiro. É para o bem do ambiente.

Ler mais

Matemático prevê que os próximos 10 anos serão ainda piores

Se o cenário social e econômico global em 2020 já parece desastroso, com uma pandemia que matou mais de 1,29 milhão acelerando em boa parte do mundo, aumento do desemprego e da fragilidade econômica da população, além de democracias e estados em risco, as notícias que o matemático russo Peter Turchin tem sobre o futuro próximo não são melhores.

Segundo modelos matemáticos de previsão de tendências sociais que ele criou, e que vêm funcionando na última década, os próximos dez anos podem ser ainda piores. Turchin falou sobre suas previsões em recente entrevista com o jornalista Graeme Wood, da revista americana The Atlantic.

Ler mais

O Ártico está em uma espiral mortal. Por quanto tempo mais isso vai existir?

A região está se desintegrando mais rápido do que qualquer um poderia ter previsto. Mas ainda pode haver tempo para agir

No final de julho, 40% da plataforma de gelo Milne de 4.000 anos, localizada na extremidade noroeste da Ilha Ellesmere, desabou no mar. A última plataforma de gelo totalmente intacta do Canadá não existia mais.

Do outro lado da ilha, o mais ao norte do Canadá, as calotas polares da Baía de St Patrick desapareceram completamente.

Duas semanas depois, os cientistas concluíram que a camada de gelo da Groenlândia já pode ter ultrapassado o ponto sem volta. A queda de neve anual não é mais suficiente para repor a perda de neve e gelo durante o derretimento das 234 geleiras do território no verão. No ano passado, a camada de gelo perdeu uma quantidade recorde de gelo, equivalente a 1 milhão de toneladas métricas a cada minuto.

Ler mais

Na ONU, papa Francisco cita ‘perigosa situação’ da Amazônia e de povos indígenas

Em discurso, ele também considerou que a atual crise derivada da pandemia do coronavírus pode ser uma oportunidade real para a transformação dos atuais modos de vida

Em pronunciamento na Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), o papa Francisco citou a “perigosa situação da Amazônia e de seus povos indígenas”. O líder da Igreja Católica fez um vídeo de 26 minutos, exibido na manhã desta sexta-feira, 25, em que também falou sobre a desigualdade social do mundo e a pandemia do novo coronavírus.

Ler mais

Queimadas, tempo seco, má qualidade do ar, ‘chuva preta’, temperaturas altas: os fenômenos que atingem o Brasil

Ao menos um dos fenômenos tem sido registrado em várias partes do país. Mas qual a relação entre eles? Quais regiões são mais atingidas?

Queimadas, tempo seco, má qualidade do ar, “chuva preta” e temperaturas altas: várias regiões do Brasil têm sofrido com ao menos um desses problemas nos últimos dias. Mas como eles estão relacionados?

Ler mais

‘Nunca vi nada assim’: cidades de Oregon esvaziadas e confusão se espalha em meio a incêndios

Em Molalla e outras cidades do oeste, o medo, a incerteza e a desinformação tomaram conta dos residentes enquanto centenas de milhares de pessoas no estado evacuavam

Centenas de milhares de pessoas em Oregon foram obrigadas a deixar suas casas na quinta-feira, porque os incêndios violentos invadiram suas propriedades. As evacuações obstruíram estradas, esvaziaram cidades inteiras e geraram confusão em um estado que nunca havia enfrentado incêndios florestais desse tamanho antes.

Ler mais

Humanos explorando e destruindo a natureza em escala sem precedentes – relatório

As populações animais caíram em média 68% desde 1970, enquanto a humanidade empurra os sistemas de suporte de vida do planeta para o limite

As populações de animais selvagens estão em queda livre em todo o mundo, impulsionadas pelo consumo excessivo de humanos, crescimento populacional e agricultura intensiva, de acordo com uma importante nova avaliação da abundância de vida na Terra.

Em média, as populações globais de mamíferos, pássaros, peixes, anfíbios e répteis caíram 68% entre 1970 e 2016, de acordo com o relatório bienal Living Planet 2020 do WWF e da Zoological Society of London (ZSL) . Há dois anos, o número era de 60% .

Ler mais

‘Bom dia, inferno’: californianos acordam para céus apocalípticos enquanto incêndios florestais se intensificam

Céus em tons de laranja são devido à luz sendo filtrada pela fumaça da pior temporada de incêndios registrada no estado

As pessoas na área da baía de São Francisco e em toda a Califórnia acordaram na manhã de quarta-feira com uma cena assustadora de céus escurecidos em tons de laranja e cinzas chovendo enquanto incêndios florestais históricos assolam o estado.

Os céus apocalípticos se devem à luz sendo filtrada através da fumaça da pior temporada de incêndios já registrada na Califórnia, de acordo com uma organização regional de controle de poluição do ar, o Bay Area Air District.

Centenas de casas destruídas no noroeste do Pacífico devido a incêndios “sem precedentes” – atualizações ao vivo

Ler mais

Amazônia: incêndios se agravam e ameaçam florestas intocadas

Brasil registrou 8.373 incêndios em sua parte da floresta nos primeiros sete dias de setembro, mais que o dobro do mesmo período em 2019

Os incêndios na Amazônia brasileira pioraram na primeira semana de setembro e estão se espalhando cada vez mais para áreas de floresta intocada, mostraram dados de satélite nesta quarta-feira (9), depois que o número de incêndios provavelmente atingiu a máxima de 10 anos em agosto.

O Brasil registrou 8.373 incêndios em sua parte da floresta amazônica nos primeiros sete dias de setembro, mais que o dobro do número de incêndios no mesmo período do ano anterior, de acordo com dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Ler mais