Assassino pagou para alunos mostrarem quem era o professor que foi decapitado na França, diz promotor

Promotor contra terrorismo afirmou que adolescentes de 14 e 15 anos estão entre as 7 pessoas acusadas pela morte de Samuel Paty. Veja quem são os outros denunciados.

O jovem de 18 anos que assassinou o professor francês Samuel Paty pagou alunos para ajudá-lo a identificar a vítima, afirmou o promotor contra terrorismo da França nesta quarta-feira (21).

Samuel Paty foi atacado e decapitado na sexta-feira (16), nos arredores de Paris, após exibir uma charge do profeta Maomé em uma aula sobre liberdade de expressão. Os muçulmanos acreditam que qualquer caracterização do profeta é uma blasfêmia.

Ler mais

Silas Malafaia diz que a gospel Priscilla Alcantara é ‘péssima influência’

O pastor Silas Malafaia está bravíssimo na internet com a cantora gospel Priscilla Alcantara, que criticou os cristãos que tentaram impedir uma criança de 10 anos, que foi estuprada pelo tio e engravidou, a abortar legalmente após permissão da justiça.

Priscilla Alcantara publicou em suas redes que os cristãos precisam repensar quais são as prioridades do evangelho atualmente.

“Mano, está tudo errado! O crente (incluindo eu) precisa urgentemente rever as prioridades do Evangelho. Eu vou sair daqui porque meu dedo chega coça… Meu ímpeto não pode matar a minha sabedoria, mas eu juro que vou dar a minha vida para que Cristo e o amor sejam representados devidamente. Eu juro! E quando eu estiver fazendo merda, que esse mesmo Cristo me repreenda”, refletiu a artista gospel.

Ler mais

‘Fanatismo religioso mata’, diz cantora gospel Priscilla Alcântara sobre protesto no Recife

A cantora gospel Priscilla Alcântara, 24, usou suas redes sociais no último domingo (16) para expressar sua indignação e reprovação aos religiosos que se mobilizaram na frente do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam-UPE), na Zona Norte do Recife, contra o aborto em uma menina de dez anos estuprada pelo tio. Ela disse não concordar com a atitude dos fiéis e desabafou. “O crente (incluindo eu) precisa urgentemente rever as prioridades do Evangelho”, escreveu Alcântara no Twitter. Ela também completou a mensagem dizendo: “O fanatismo religioso mata.”

Ler mais