CHINA LANÇA ‘SOL ARTIFICIAL’ MOVIDO A ENERGIA NUCLEAR: A ‘PROFECIA DE ISAÍAS ESTÁ SE CUMPRINDO’?

E a luz da lua se tornará como a luz do sol, e a luz do sol se tornará sete vezes maior, como a luz dos sete dias, quando Hashem fecha as feridas de Seu povo e cura os ferimentos que sofreu. Isaías 30:26 (The Israel Bible TM )

A China recentemente ligou um enorme dispositivo de fusão nuclear modelado após o processo que ocorre dentro do sol. O dispositivo gera dez vezes mais calor do sol e os cientistas esperam dobrar isso nos próximos anos.

FUSÃO: O OPOSTO DA FISSÃO NUCLEAR, MAS MUITO MAIS

Na sexta-feira, a China acionou o tokamak HL-2M, um enorme dispositivo que usa um poderoso campo magnético para confinar o plasma quente na forma de um toro na esperança de gerar energia usando a fusão nuclear. “Tokamak” é uma abreviação do termo russo para “confinamento magnético toroidal”.

“O desenvolvimento da energia de fusão nuclear não é apenas uma maneira de resolver as necessidades estratégicas de energia da China, mas também tem grande significado para o futuro desenvolvimento sustentável da energia e da economia nacional da China”, disse o Diário do Povo.

Ler mais

Embrião congelado por 27 anos: como casal escolheu o bebê que quebrou recorde

Molly Gibson, de um mês, quebrou o recorde estabelecido por sua própria irmã, Emma, ​​que agora tem três anos.

Molly Gibson nasceu em outubro deste ano, de um embrião que ficou congelado por… 27 anos.

Seu embrião foi congelado em outubro de 1992, e assim permaneceu até fevereiro de 2020, quando Tina e Ben Gibson, do Tennessee, a adotaram.

Acredita-se que Molly tenha estabelecido um novo recorde para o embrião congelado por mais tempo que resultou em um nascimento, quebrando um recorde estabelecido por sua irmã mais velha, Emma.

Ler mais

Ciência avança na tecnologia de ‘leitura de mente’ e gera preocupações éticas

Cérebros estão conversando com computadores e computadores estão conversando com cérebros: nossos pensamentos estão seguros?

Jack Gallant nunca se propôs a criar uma máquina para ler a mente. O seu objetivo era mais prosaico. Neurocientista computacional da Universidade da Califórnia, em Berkeley, Gallant trabalhou durante anos para melhorar o nosso conhecimento sobre como o cérebro codifica as informações – por exemplo, que região é ativada quando uma pessoa vê um avião ou uma maçã ou um cachorro – e de que maneira esta atividade representa o objeto que está sendo visto.

No final da década de 2000, os cientistas conseguiram determinam que coisa uma pessoa estaria olhando pela maneira como o cérebro se iluminava –por exemplo, um rosto humano ou um gato. Mas Gallant e seus colegas foram mais longe. Eles descobriram como usar o aprendizado da máquina para decifrar não apenas a classe de coisas, mas que imagem exata um sujeito visualizava. (Que foto de um gato, entre três opções dadas).

Ler mais

Elon Musk: bilionário divulga avanços em seu plano para conectar nossos cérebros a computadores

Em apresentação na sexta, Musk disse que uma de suas empresas faz pesquisas para dar “superpoderes” aos seres humanos.

Imagine poder gravar suas recordações em um computador, diretamente de seu cérebro, e vê-las novamente quando quiser? Ou mesmo “baixá-las” para outro corpo?

Esse é o futuro que o empresário bilionário Elon Musk imagina e que a tecnologia desenvolvida por sua startup de neurociência, a Neuralink, poderia ajudar a tornar realidade, segundo ele.

Musk divulgou uma prévia dos avanços feitos peça empresa na sexta-feira, e chamou a iniciativa de “jornada para capacitar humanos com superpoderes.”

Ler mais

Salas de oferendas’aos deuses do século IV a.C. são achadas no Egito

Arqueólogos encontraram na província de Sohag, no Egito, um grupo de “salas de oferendas” que pertenceram ao período do Reino Ptolemaico (século IV a.C. a século I a.C.).

As salas foram encontradas em buracos situados em uma montanha, cada sala possuía áreas para deixar oferendas aos antigos deuses egípcios.

Os buracos estavam no alto de uma montanha, em uma região conhecida como Vale Sagrado, ao sul do cemitério real na necrópole do reino do início do período do Reino Ptolemaico, segundo o jornal Daily News Egypt.

Ler mais