O maior crime da história e o maior gesto de amor do mundo.

O processo que culminou na sentença da morte de Jesus estava recheado de gritantes erros. As autoridades judaicas tropeçaram nas suas próprias leis e atropelaram todo o processo no mais importante julgamento do mundo. Tanto a prisão de Jesus no Getsêmani como seu interrogatório diante do Sinédrio revelaram grandes deficiências na condução do processo.

Na verdade, as autoridades já haviam decidido matar Jesus antes mesmo de interrogá-lo – veja Mateus 14:1 e João 11 do 47 ao 53 – Eles haviam decidido fazer isso depois da festa da Páscoa, para evitarem uma revolta popular (Mc 14:2). A atitude de Judas de entregar Jesus, porém, adiantou o intento deles (Mc 14:10,11). O processo, assim, não passou de uma cópia defeituosa de justiça, desde o principio até o fim, pois não tinha outra finalidade senão dar aparência de legalidade ao crime já premeditado.

Ler mais

O que Deus pensa sobre sexo?

Se você perguntasse a uma pessoa aleatória na rua o que a Bíblia diz sobre a intimidade física, ela provavelmente responderia com algo como: “Não muito, mas é contra!” Qualquer um que leu as Escrituras sabe que isso é um disparate, mas acho que temos que admitir que há momentos em que podemos cair nos mesmos pensamentos tolos.

A Dra. Juli Slattery se juntou a Sarah Stonestreet e Erin Kunkle, apresentadoras do Strong Women Podcast, para falar sobre seu estudo da Palavra de Deus e o que isso revelava não apenas sobre as falsas visões de nossa cultura sobre sexo, mas também sobre as boas intenções de Deus para nós.

Ler mais

O futuro do casamento cristão

Pergunte a qualquer grupo aleatório de dez casais idosos sobre seu casamento, e metade deles provavelmente dirá algo assim: “Éramos namorados no colégio, amarramos o nó logo após a formatura, crescemos do nada, tivemos filhos e aqui nós está. O casamento nos tornou quem somos hoje. ”

Por trás dessas histórias está uma visão do casamento como um alicerce da vida, um ponto de partida para outros objetivos. Hoje, essa visão foi substituída por outra, o que alguns chamam de visão de “ponto culminante” do casamento. Do ponto de vista do “ápice”, o casamento é um   toque final a adicionar à vida  depois  que carreiras individuais foram alcançadas, objetivos pessoais foram verificados e descobrimos “quem somos”. 

Ler mais

O Destino Profético da Igreja

Qual é o futuro profético da Igreja? Para tratarmos dessa questão, devemos entender antes que a Igreja se relaciona de duas maneiras com o programa de Deus. Primeiro, a verdadeira Igreja é formada de judeus e gentios que conhecem a Cristo genuinamente como seu Salvador e tiveram seus pecados perdoados. Começando no Dia de Pentecostes em Atos 2 e continuando até ao Arrebatamento, todos aqueles que confiam em Cristo como seu Salvador são parte de Seu Corpo, que a Bíblia chama de Igreja. Os crentes de antes da fundação da Igreja em Atos 2 e os que se tornarem crentes depois do Arrebatamento não são parte da Igreja, o Corpo de Cristo.

Segundo, existe o âmbito da influência da igreja professa, a quem chamaremos de cristandade. A cristandade constitui qualquer coisa ou todas as coisas que estiverem associadas com a igreja visível, inclusive todos os seus ramos e organizações, como o catolicismo romano, a ortodoxa oriental, o protestantismo e até mesmo as seitas. A cristandade inclui verdadeiros crentes e falsos professos, que jamais foram verdadeiramente nascidos de novo: o trigo e o joio crescendo juntos (Mt 13.24-30). Esses dois aspectos da Igreja possuem destinos proféticos muito diferentes.

Ler mais

Começamos com os lockdowns. E estamos indo para “O Grande Reset” (atualizado)

A “elite” de Davos já fala abertamente na criação de uma poderosa e centralizada tecnocracia global

O artigo abaixo foi originalmente publicado no dia 5 de agosto. De lá para cá, as coisas ficaram ainda mais explícitas. 

Além de toda a movimentação rumo a uma centralização total das políticas monetárias e ao fim da privacidade financeira, ressurgiu um pavoroso vídeo feito pelo Fórum Econômico Mundial no qual a elite global explicitamente aponta 8 diretrizes a serem alcançadas até 2030.

O item número 1 já diz tudo: “Você não será proprietário de nada, e será feliz”.

Já o item número 4 diz: “Você comerá menos carne — Carne será um luxo ocasional, e não um item corriqueiro. É para o bem do ambiente.

Ler mais

Como lidar com a “cristofobia”?

Em seu discurso na ONU, no dia 22 de setembro de 2020, o presidente Jair Bolsonaro fez um apelo ao mundo contra a “cristofobia”. O termo é usado popularmente para indicar situações onde há perseguições a pessoas que afirmam ser seguidoras de Jesus. A Missão Portas Abertas tem documentado este fenômeno e mantém uma lista atualizada de países onde cristãos são sistematicamente perseguidos por sua fé. No Brasil não existe “cristofobia” instituída; temos no máximo um mal-estar com relação a cristãos em determinados círculos. Especialmente entre setores ditos progressivos, há uma rejeição sistemática à fé cristã. Basta ver as críticas feitas a assessores e ministros nomeados pelo atual governo, onde a queixa principal é sua filiação religiosa. Parte da resistência vem de fatos envolvendo líderes evangélicos, que, embora potencializados pela mídia, seriam reprovados pela ampla maioria do povo de Deus. Realmente há alguns que, dizendo-se irmãos (talvez sejam, talvez não…), dão um péssimo testemunho do que significa seguir a Jesus. No entanto, por que – enquanto cristãos – temos uma reação assim? Por que nos chocamos e nos surpreendemos com o fato de haver resistência a nós e à nossa fé?

Ler mais

Tempos Difíceis

Os cristãos estão vivendo tempos difíceis. Descontentamento, decepção, desconforto, desencorajamento, desespero, depressão, divórcio, discórdia, desdém, desgosto, dissensão e desobediência são bastante comuns entre os que foram chamados para dar testemunho da glória de Deus e para refletir a imagem de Cristo. Muitos cristãos têm buscado conselheiros profissionais e psicólogos para ajudá-los a resolver os problemas da vida, mas esses problemas parecem estar aumentando.

Os “consumidores” cristãos carregados de problemas também podem escolher entre uma grande quantidade de produtos: livros, conferências e grupos de auto-ajuda – mas os problemas continuam se multiplicando. Quanto mais se trata dos problemas, mais as pessoas se tornam centradas neles. Até aqueles que tentam resolver os problemas da vida com princípios bíblicos, muitas vezes acabam se envolvendo tanto nesses problemas que não alcançam a raiz da dificuldade real. O tratamento dos problemas freqüentemente alcança somente os sintomas superficiais, apenas substituindo-os por outros sintomas. Alguns cristãos vivem de crise em crise. Outros carregam um peso que parece ficar mais e mais pesado com o passar dos anos.

Ler mais

5 práticas de John Wesley que podem mudar os corações hoje

Como sacerdote na Igreja da Inglaterra, John Wesley queria alcançar a maioria do povo britânico. O espírito de Deus criou um descontentamento tão santo no coração de Wesley que ele abandonou os modos convencionais de ministério e experimentou várias abordagens inovadoras. Para surpresa de todos/as, o reavivamento espiritual eclodiu na Inglaterra e além. Você pode se perguntar: “Se Deus poderia fazer isso, então por que não agora?”. Sete práticas emergiram como características do movimento Metodista precoce.

Ler mais

Preciso mesmo ir à igreja?

Alguns podem dizer: “Por que eu deveria ir à igreja? Por que não posso simplesmente fazer devoções sozinho?”. A salvação é individual. A igreja não salva ninguém! Isso é bem verdade. E graças a Deus, a salvação não é coletiva. Paulo bem afirmou que “cada um” prestará contas “diante do tribunal de Deus” (1 Co 5.10), e é Jesus Cristo que perdoa pecados e nos salva (Ef 1.6-7; 2.8). No entanto, antes de rejeitar ou desprezar a igreja em sua vida, que tal ler o que Deus diz sobre ela?
Igreja, no sentido prático, é um grupo de pessoas que foram chamadas para sair do império das trevas e ir para o reino da luz (1 Pe 2.9). Jesus é o construtor dessa igreja (Mt 16.18). Ele afirma: não habito em templos feitos por mãos humanas (At 17.24). Jesus comprou essa igreja com seu próprio sangue, ou seja, comprou cada pessoa, incluindo eu e você (At 20.28; 1 Co 6.20).

Ler mais

Tristan Harris, ex-Google: “Se você puder sair das redes, saia”

As redes representam de fato uma ameaça à humanidade, como faz crer o documentário? Não é um exagero? Se a tecnologia continuar levando o mundo para o caminho atual, a ameaça existencial será concreta. A lógica das redes destrói a noção de uma realidade compartilhada por todos, ao fragmentar as pessoas em bolhas sem contato entre si. Se você não tem uma realidade em comum com as pessoas a sua volta, terá violência. As redes servem para fornecer a cada grupo um espelho de autoafirmação, e não para informar.

Essas bolhas de opinião dentro das redes são culpadas pela polarização de hoje? As inteligências artificiais das redes criam uma espécie de túnel da realidade que leva as pessoas cada vez mais para o interior de suas próprias bolhas. Por definição, personalização é lucrativo, e polarização também, porque você dá à pessoa uma versão extrema da própria realidade. Se uma adolescente começa a ver vídeos de dietas no YouTube, o aplicativo vai mostrar mais vídeos de dietas. O YouTube não sabe se são bons ou ruins, apenas calcula se as ofertas vão prender a atenção.

Ler mais